Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Saramago: "O conto da Ilha Desconhecida", parte 2 - A viagem

Maduro pelos dias, vi-me em ilha, portanto. Como conhecer as coisas senão sendo-as? Como conhecer o mar senão morando-o? Jorge de Lima  :

E quando a vida que estamos levando nos leva a ir atrás de um sonho? Qual o lugar do sonho em nosso dia a dia? Ele se mistura com demandas que vamos nos colocando ou damos a ele outro lugar, o lugar do futuro: "quando estiver de férias farei isso..." ou "quando me aposentar começarei a fazer isso''. Quantos de nós vamos empurrando para frente um olhar para dentro de nós, para a escuta de nossos sonhos. Quantos imperativos se sobrepõem ao que queremos, a olhar o que nos falta para começar essa busca. O que nos falta em muitos casos não nos coloca em ação, mas põe nos a preencher-nos com demandas ordinárias que enchem nossos dias de imperativos "é preciso fazer isso" ou "é preciso ter aquilo". O exercício da escuta de nossos desejos pode nos auxiliar a chegar ao que buscamos de fato, como vimos no último texto, nos…

Saramago: "O Conto da Ilha Desconhecida"

"Somos seres desejantes destinados à incompletude, e é isso que nos faz caminhar"  Jacques Lacan
Esse texto foi bem difícil de nascer, foram dias para que eu encontrasse o tom adequado para essa conversa. E depois de uma semana mexendo, tirando e pondo palavras aqui, hoje numa conversa com uma amiga querida, percebi por que tanta resistência para enfrentar essa ilha desconhecida de José Saramago. Porque o que ocorre neste conto acontece diariamente em sessões de terapia ou mesmo numa conversa entre amigos: a busca por si mesmo. Afinal quem sou eu? Buscar descobrir-se parece ser uma das questões fundamentais dos seres humanos. A sensação de incompletude é o que nos move frente a essa angústia que nos coloca a olhar para vida a perguntar: quem sou eu nessa vida que vivo?

Quantos de nós nos colocamos a pensar se a vida que estamos vivendo foi de fato escolhida por nós ou corresponde a algo inicialmente imaginado ou mesmo esperado por nós culturalmente. Quem somos nós frente às es…